Você tem Preconceito?

Você certamente já ouviu aquela famosa frase: “Não julgue um livro pela capa!”. Pode até ser que você riu ao ouvir isso e disse que não era bem assim, mas acredite, é exatamente assim. A frase tem uma resposta muito forte se tirarmos as viseiras e olharmos para os lados, talvez a pessoa que pareça ser a mais correta na sua visão não seja realmente aquilo que você vê na vida dela e aquela que foge totalmente aos seus padrões surpreenda com seu modo de ser. Gravata pode até nos dar uma imagem séria, mas ela não define caráter. E você deve estar se perguntando: “Aonde o Blog quer chegar com isso?”. Bem, a ideia do blog é trazer conteúdos em que pessoas que acham que não se encaixam nos padrões da sociedade possam se encontrar aqui e agregar um pouco mais de bagagem, opinião diversificada e por quê? Porque o mundo gira e tudo modifica, o modo como sua avó viveu não era o mesmo que sua mãe vivenciou e o modo que você vive também não é o mesmo que sua mãe viveu e assim sucessivamente, muitas coisas mudam, evoluem, diversificam com o passar dos anos e isso é natural, mas não são todas as pessoas que conseguem acompanhar esse ritmo acelerado que a mudança adquiriu. Pois bem, atualmente com tantas mudanças e variações que ocorreram com o passar das décadas houveram como sempre mudanças de estilos, novas culturas surgiram, novas mentes, novas opiniões e afins. Estamos vivenciando um brainstorming de opiniões, visões, ideais, estilos e tudo o que forma a personalidade do ser humano, claro que em vista disso há muito mais confrontos e debates por conta dos choques de gerações e ideais. A realidade é que o modo conservador, tradicional não é mais apenas o único modelo que vem se manifestando, a geração que está vindo está com a mente mais aberta a novas experiências e novos ‘modelos’. Contudo, muitas empresas por exemplo não aceitam esses novos ‘modelos’ que vem crescendo atualmente em números altos e de forma rápida, é claro que muitas estão acompanhando e levando em consideração a capacidade e não o físico, pois é realmente isso que importa. Muitas pessoas por sentirem essa pressão de que elas deveriam ser de tal forma, se comportar de tal jeito ou agir de certa maneira acabam não sendo felizes porque não é aquilo que elas gostariam na sua vida, é preciso sentir-se bem consigo mesmo antes de tudo, olhar no espelho e gostar do que você vê, se te faz feliz por que estaria errado? Não é porque você tem cabelo colorido, porque é tatuado (a), porque não ouve músicas que agradam a todos que você deve sentir-se inferior, jamais. Você tem que se orgulhar de sentir-se feliz do jeito que você escolheu ser sem se importar com as críticas maldosas preparadas pra te jogar pra baixo. Não é bonito julgar alguém sem conhecer seu caráter, pois você não sabe a história da pessoa e o porque ela é diferente de você e que bom que ela é diferente assim você pode conversar e abrir sua mente para novos mundos, novas opiniões, conhecer novas visões e aumentar sua bagagem cultural. Está na hora de quebrar as barreiras, não é porque é diferente que irá lhe fazer mal, não é porque tem cabelo azul, verde, rosa, roxo que ela não vai fazer seu trabalho de forma correta ou não irá tratar as pessoas bem, não é porque a pessoa tem uma ou várias tatuagens, piercings ou usa uma roupa diferente do que vocês está acostumado a encontrar nas lojas e suas vitrines que ela vai ser desrespeitosa, mau caráter, burra ou algo ruim pra sociedade. Não é bem assim, é preciso abrir a mente para esse novo mundo que está se revelando mais do que antigamente, é preciso conhecer  conteúdo e não apenas a capa do CD. A moral não está totalmente ligada aquilo que você vê, mas é um conjunto da obra. Não julgue a moral, o caráter, a capacidade de alguém pelo seu modo diferente de sair as ruas, julgue pelo que ela irá demonstrar com suas palavras, seus argumentos, suas opiniões, pois é ai que se encontra a essência dela. É muito mais fácil julgar do que quebrar a muralha preconceituosa que separa o conservadorismo do resto do mundo. Somos 7 bilhões e se fossemos todos iguais? Aonde estaria a graça? Aonde surgiria o novo? Aonde estaria a evolução sem aceitarmos antes a realidade que nos cerca? Quebre sua barreira e permita-se conhecer mais as pessoas, os seus ideais, permita-se desbravar as variadas personalidades e adquirir uma bagagem cultural. Nós somos um conjunto nesse mundo, a lei da ação e reação existe, não faça ao outro aquilo que não quer que façam contigo. Se permita imaginar no lugar do diferente? Qual seria sua reação? 

O preconceito não está somente na cor, está em todas as formas possíveis e isso não é nada, nada bom, já sabemos! Se você não começou, comece agora, a sua mente é o seu mundo! Recrie-se! Viva! Descubra o que você não se deu chance de descobrir antes! Se você é o diferente, continue a brilhar, pois não podemos prender nossa essência no medo de viver! Não esconda quem você realmente é pela forma com que te olham ou pelas palavras desagradáveis que ouve, talvez as pessoas que te direcionam isso apenas não tem a mesma coragem que você possui para libertar a sua essência de ser! Ame aos outros como a ti mesmo e respeitai-vos! Sejamos mais humanos e menos desumanos, julgar não é a saída, é preciso se auto julgar, ver o que você busca na vida e correr atrás do que você almeja, assim o tempo que você gastaria cuidando da vida alheia você investe em você o que é muito mais rentável! 

Obrigado por ter visitado o Dark Blue Diamond! Beijos de Luz!

Imagem retirada de walcyrcarrasco.com.br

 

8 comentários sobre “Você tem Preconceito?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s